Shows e Eventos

O Grupo artístico Embaixada Cigana do Brasil, tem por objetivo, principal, a manutenção e a divulgação do verdadeiro significado da música e dança cigana.

Da Música:

Ao lado vemos,a participação da Embaixada Cigana do Brasil em Trebisov na Eslováquia.

A influência oriental na melodia e no rítmo de nossas músicas é muito forte. Possue influência, indiana, árabe, egipcia, grega, húngara e espanhola. Mas a maior influência em nossa música sem dúvida é o ritmo da espanhola, a melodia da egipcia e moura e a harmonia simples das baladas húngaras. Quando realizamos a divisão ritmica do Bal Al Dji, na dança as nossas romnis utilizam lenços, leques, os 4 elementos etc...

Em nosso repertório encontra-se grande variedade de canções tradicionais em romani chib, tal como, Murni Charicha; outras em romani chib mais populares é o caso de "sostar dukhal" e as imperdíveis dos Gypsie Kings, Santana entre outras Latinas.

Contudo, tocamos e cantamos para trazer ao público alegria, beleza e nossa força interior.

Da Dança:

Atualmente há um número muito grande de academias oferecendo aulas de "dança cigana", sem a preocupação e o critério de preservar o que de mais puro existe no bailar de uma cigana.

A dança cigana em sua essência não possui coreografia e as academias estão se apropriando do nome dança cigana de forma indevida, levando as suas alunas a serem verdadeiras caricaturas de uma cigana.

A dança cigana não é ensinada. O bailar cigano é despertado dentro de cada mulher, naquilo que ela traz de sua ancestralidade no culto e manipulação dos elementos. Para que isso ocorra exige-se da "professora" um mínino de conhecimento da cultura e a espiritualidade para desenvolver as capacidades de cada iniciada na dança.

Apesar disto, somos gratos pelo carinho com que as professoras não ciganas procuram, de acordo com o conhecimento que possuem , preservar a nossa cultura. Só recomendamos que ao divulgar seus cursos, utilizem o título "Aulas de Dança no Estilo Cigano".

Dentro do grupo há também a proposta de resgatar os estilos mais antigos originários do norte da Índia.

Por exemplo:

O Estilo Banjara trabalha a força dos elementos em giros de 180° ( horário e anti-horário), alternando desta forma as forças negativas e positivas. Isso promove um equilíbrio energético e uma harmonia da energia vital e animal ; além de oferecer um lindo visual no momento da dança.

Desde 2006, nos apresentamos juntamente com Nicolas Ramanush, sendo desta forma o grupo precurssor da dança cigana com música ao vivo em São Paulo.

Website do grupo Vitsa Ramanush

www.vitsaramanush.com.br